Pesquisa da Omie aponta retomada do otimismo econômico para 2017

Omiexperience 23 de dezembro de 2016

omieMais de mil PMEs foram consultadas e os resultados mostram que o ano será de regeneração e que a crise de confiança está no fim

Ao que tudo indica 2017 será um ano de recuperação para nosso país. O otimismo parece estar novamente em alta, e embora não se preveja crescimento, já se observa o fim da queda e a estabilização econômica. Isso é o que mostra uma pesquisa realizada pela Omiexperience, empresa desenvolvedora do ERP Omie, sobre as perspectivas para 2017 no mercado PME. De acordo com os dados coletados com 1141 empresas, será um ano de retomada da confiança perdida, cheio de cautela, porém crente no potencial de equilíbrio.

Os dados foram coletados com o intuito de mostrar os pontos principais para onde a economia aponta em 2017. Após um 2016 de crise era de se esperar que o otimismo estivesse em baixa, porém a parcela de empresas que acreditam que o ano novo será excelente ou bom chega a 53%, contra 10% que acreditam que o ano será ruim. Sendo essa uma crise, principalmente, de confiança, é de se esperar que esses números reflitam uma postura que incentiva o crescimento.

A pesquisa aponta que não haverá crescimento já para o próximo ano, apenas fim da queda e retomada de posturas que permitiram investimentos futuros. Esse resultado dialoga diretamente com os dados passados pelo Ministério da Fazenda que preveem um PIB crescente de 1%. Bem diferente dos 3,4% que ele encolheu em 2016.

De acordo com o a consultoria Deloitte a parcela de empresas que registraram queda em 2016 foi de 26%, em 2017 esse número será de apenas 6%. Os principais desafios apontados pelos empresários ouvidos pela Omie serão a busca de como reduzir custos (59%), manter a organização interna (43%) e conquistar novos clientes (72%). Apesar do foco nas vendas, para onde a maior parte dos esforços será direcionada, há uma crescente preocupação com a melhoria dos serviços e processos empresariais.

O planejamento engloba investimentos em infraestrutura interna e equipe, atingindo cerca de 40% cada nas intenções entre entrevistados. O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda também informou que o governo baixou de 4,8% para 4,7% a sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial. Outro fator que mostra que aos poucos estamos voltando aos trilhos.

É importante manter os ânimos. Em crises de confiança, a retomada vem através do esforço coletivo em movimentar a economia. Com uma postura positiva é possível regenerar o país e as empresas. Tratar os negócios de forma otimista, incentivando o movimento do capital, permite preparar o terreno para um 2018 mais próspero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>