Esquizofrenia de imagem: quem é a sua empresa nas redes sociais?

Blog 3 de fevereiro de 2016

Por Janaína Almeida

redesMuitas empresas já reconhecem a importância de marcar presença nas redes sociais. Contudo, a falta de um posicionamento claro e aliado aos valores da marca pode gerar uma verdadeira esquizofrenia social. Isso acontece quando em diferentes redes, ou mesmo em uma só, a empresa não encontra uma linha de comunicação adequada ao seu público, fazendo com que cada postagem tenha uma linguagem e um tom diferente. Para evitar que isso aconteça, antes de adotar uma estratégia, é necessário fazer as seguintes reflexões:

Qual a personalidade da sua empresa?

Principalmente para as marcas B2B, estar bem posicionado nas mídias sociais oferece à empresa uma oportunidade de ter um rosto, algo bem difícil de alcançar através dos canais tradicionais de marketing, tais como e-mail e publicidade. Por mais que seja óbvio,  é preciso lembrar que as redes são sociais, o que significa que, para sua empresa se destacar, ela deve ter personalidade e amizade com o seu público.

Para que essa “humanização” aconteça, a marca deve incorporar valores, crenças, gostos e convicções. As pessoas gostam de se relacionar com quem se identificam e, com toda certeza, você quer que elas admirem a sua marca. Então, vale à pena investir um tempo na construção dessa personalidade. Veja algumas questões bastante úteis de serem respondidas durante esse processo:

  • Se sua marca fosse uma pessoa, quem ela seria? Qual seria sua personalidade?
  • Qual seria a relação dessa pessoa com o seu consumidor?
  • Quais adjetivos não definem sua marca? Que características negativas nunca poderão ser associadas à sua empresa?
  • Existem empresas com personalidade parecida com a sua? O que você mais gosta nelas?
  • O que você deseja que seus clientes pensem sobre sua empresa?
  • Qual é a vibe da sua marca? O que você quer transmitir aos seus seguidores e fãs?

As responder essas perguntas você já terá a base para construir sua personalidade na web. Também é interessante observar se essas características estão alinhadas à mensagem passada pela identidade visual da sua empresa, já apresentada em seu site, por exemplo. A personalidade criada para sua marca deve ser coerente e harmônica com o conteúdo e a estratégia de seu negócio.

Qual linguagem será usada nas suas conversas nas redes sociais?

Esse é outro ponto que merece atenção. Não é possível você conversar, ao mesmo tempo, com um grupo de executivos e uma roda de skatistas. Antes de sair falando de qualquer jeito, é importante que você descubra quem é o seu público-alvo e como ele conversa e interage com as outras pessoas. Isso pode revelar muito sobre qual linguagem você deve utilizar, permitindo também uma conversa agradável com termos que serão facilmente entendidos. Procure sempre ser autêntico e escrever em segunda pessoa, como se fosse uma conversa de um a um, entendendo seu interlocutor e o que ele espera de você. Descubra quais são seus gostos, gere identificação, veja como sua empresa pode acrescentar na discussão e use isso a seu favor.

Como evitar a esquizofrenia social?

Por mais que pareça complicado, a fórmula para ser bem sucedido nas redes sociais é simples: seja coerente. Assim que conseguir traçar qual a sua personalidade e começar a transmiti-la, evite mudar de foco o tempo todo. Quando você quiser acrescentar uma nova causa à sua identidade, apenas some, não substitua.

Desenvolver seu tom de voz nas redes sociais irá te ajudar a conhecer mais sobre sua própria empresa e seus clientes. Mantenha uma postura transparente e honesta, lembrando-se sempre que você está interagindo com pessoas reais, dotadas de valores e crenças. Assim, será possível estabelecer uma conexão com sua audiência, criando clientes fiéis que acreditam em você e no que tem a oferecer.

Para finalizar, minha última dica é: inspire-se nas marcas que você admira, bons exemplos podem te ajudar (e muito!) a fazer a diferença nessa realidade virtual, cada vez mais real.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>