A carta que a presidenta Dilma Rousseff ainda não leu!

Clientes, Novidades 4 de abril de 2011

Professor que caminhou de São Paulo à Brasília aguarda encontro com a presidenta

Um homem, 40 dias, 27 cidades e 1.040 quilômetros de caminhada com um único objetivo: entregar uma carta à presidenta eleita Dilma Rousseff. O professor de comunicação social da USP e da FAAP, Backer Ribeiro, foi a pé de São Paulo à Brasília e, ao longo do percurso, reuniu mais de 5 mil pedidos do povo brasileiro para compor uma carta que sintetizasse os principais desejos da população. Entretanto, o documento ainda não foi recebido pela presidenta.

A caminhada teve início no dia 21 de novembro de 2010 e terminou com a chegada a Brasília no dia 30 de dezembro. “Foi impossível entregar a carta no dia da posse, mas assistimos a cerimônia a convite da assessoria da Presidência da República, demonstrando grande reconhecimento ao projeto. Desde então, aguardamos o agendamento de uma audiência com o Ministro-Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Sr. Gilberto Carvalho, que ficou de nos receber, mas até o momento não tivemos sequer a confirmação da data”, informou o professor.

Os pedidos colhidos pelo projeto Carta de um Brasileiro retratam as carências enfrentadas pelos brasileiros no seu dia-a-dia. Saúde, educação, emprego, renda e segurança apareceram em grande número. Em Luziânia, no Estado de Goiás, a 100 km de Brasília, o professor encontra uma prostituta na estrada, viúva, mãe de três filhos, que pede à presidenta um emprego com carteira registrada e um salário mínimo. “Este caso é um exemplo do que encontramos pelo caminho. Inicialmente a nossa proposta foi colher os pedidos da população, mas logo nos deparamos com as histórias de vida, algo com mais profundidade e que justificava os pedidos feitos. O fato principal não é o registro em carteira, o que ela pediu foi uma ajuda para sair daquela situação miserável”, explica Backer.

Muitos pedidos foram feitos pelo site (www.cartadeumbrasileiro.com.br) ou por e-mail. As pessoas respondiam a pergunta que norteou o projeto desde a sua idealização em 2008: “O que você pediria ao próximo presidente do Brasil se estivesse frente a frente com ele?”. O brasileiro Manoel Joaquim dos Santos, de Uberlândia-MG, fez seu pedido: “Exma. Dilma Rousseff faça um governo voltado para todos; mas é de suma importância que, para as classes menos abastadas, a saúde e a educação sejam prioridades. Temos que resgatar o papel da família no que se refere a educação dos filhos”.

Ao longo da caminhada, o Prof. Backer também foi recebido por prefeitos, vereadores e dirigentes de ONG’s. Aos pedidos, soma-se uma pesquisa realizada pelo IBOPE Inteligência, que entrevistou 2.002 brasileiros por todo o país. “Por todo este envolvimento, precisamos dar uma resposta a todos os brasileiros que fizeram seus pedidos. Para muitos, a entrega da carta representará a quebra de um paradigma de que o governo só atende o cidadão às vésperas das eleições”, acredita o professor.

O projeto

O Projeto “Carta de um Brasileiro” é uma manifestação de um grupo de cidadãos comuns, realizado com recursos próprios e totalmente desvinculado de partidos políticos e de instituições públicas e privadas. Buscou criar uma nova forma de participação popular e dar voz a todo e qualquer cidadão que quisesse se manifestar diante do novo governo.

Backer Ribeiro, 44 anos, relações públicas, mestre em ciências da comunicação. Doutorando e professor conferencista da Escola de Comunicação e Artes da USP, professor do curso de Relações Públicas da FAAP (SP). Também é diretor da Communità, consultoria especializada em comunicação para a sustentabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>